Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

MAIAS


Os maias fazem parte de uma civilização mesoamericana com linguagem escrita, arte, arquitetura, sistemas matemáticos e astronômicos totalmente desenvolvidos. Existem muitos equívocos sobre os Maias e, esta lista, deve pôr fim a muitos deles. Além disso, irá apresentá-los aos fatos mais curiosos sobre esta grande civilização antiga.

Fato: há numerosos Maias vivendo em suas regiões de origem. Na verdade, há mais de sete milhões, muitos conseguiram manter restos de sua herança cultural, muitas vezes falando uma das línguas maias como primeiro idioma, outros são bastante integrados na cultura moderna. As maiores populações Maias habitam os estados mexicanos de Yucatán, Campeche, Quintana Roo, Tabasco, Chiapas e, nos países da América Central, de Belize, Guatemala, e nas regiões ocidentais de Honduras e El Salvador.

Infância Maia





Os maias reforçavam a beleza de seus filhos, eles desejavam características físicas, por exemplo, muitos jovens foram pressionados na testa quando bebês para criar uma superfície achatada. Outro fato interessante sobre as crianças era que a maioria foram nomeadas de acordo com o dia em que nasceram. Todos os dias do ano tinha um nome específico para meninos e meninas e os pais deveriam seguir esta prática.
Excelentes médicos
Os maias tinham excelentes práticas médicas entre os antigos, era uma mistura complexa de mente, corpo, religião e ciência natural. A medicina era praticada apenas por um pequeno grupo que recebeu excelente educação. Estes homens, chamados pajés, agiam como intermediários entre o mundo físico e o mundo espiritual.  Sabe-se que as feriadas maias eram suturadas  com fio de cabelo humano.
Sacrifício de sangue
É um fato bastante conhecido que os maias praticavam o sacrifício humano, seja por motivos religiosos ou médicos, mas o que a maioria das pessoas não sabem é que muitos maias ainda praticam o sacrifício, a boa notícia é que o sangue de galinha substituiu o sangue humano. Os maias contemporâneos mantém muitas das tradições  de seus antepassados, elementos da oração, ofertas, sacrifícios de sangue, queima de incenso, dança, festas.
Analgésicos
Os maias usavam analgésicos, a civilização usava regularmente drogas alucinógenas em seus rituais religiosos, mas eles também usavam no dia-a-dia como analgésicos.
Jogo de bola maia
Os maias construíram “campos de futebol” para que eles pudessem jogar. O jogo de bola mesoamericano era um esporte com associação a rituais jogado por mais de 3.000 anos pelos povos pré-colombianos da América Central. O esporte teve versões diferentes durante milênios, uma versão moderna, ulama, ainda é jogado em alguns lugares pela população indígena local.  Ballcourts eram espeços públicos utilizados para uma variedade de eventos culturais como, atuações musicais e festivais, e claro, o jogo de bola.
Saunas
Um elemento de purificação importante para os antigos maias era o “banho de suor”. Semelhante a uma sauna moderna, naquela época, a água era derramada sobre as pedras quentes criando vapor. As saunas foram utilizadas para uma variedade de condições e situações, as novas mães que haviam recentemente concebido um filho procuravam revitalizá-los, enquanto os indivíduos que estavam doentes poderiam encontrar o poder de cura da sudorese. Os banhos na sauna significavam revigoração e, como eles acreditavam, limpeza espiritual.
O último estado maia
A cidade de Tayasal foi o último reino independente dos maias. O famoso sítio arqueológico mantém belos monumentos. Curiosamente grande parte da terra é propriedade privada de uma família, enquanto que o governo possui e administra os monumentos.
Fim do mundo?
calendário maia não prevê o fim do mundo em 2012. Segundo a mitologia da civilização, estamos vivendo no quarto mundo ou a “quarta criação”, a última terminou em 12.19.19.17.19 do calendário Maia. Essa sequência vai ocorrer novamente em 20 de dezembro de 2012. De acordo com os maias este é um momento de grande celebração por ter chegado ao fim de um ciclo de criação. Isso não significa o fim do mundo, mas o início de uma “idade nova”.
Mistério antigo
Ninguém realmente sabe o que causou o colapso da cultura maia. Por razões que ainda são debatidas, os maias entraram em declínio durante os séculos oito e nove. O fim da cultura maia foi associado a uma cessação de inscrições monumentais e de grande escala de construção arquitetônica. As teorias sobre o sumiço dos maias são divididas em várias categorias, como a superpopulação, a invasão estrangeira, a revolta camponesa, desastres ambientais, doenças epidêmicas ou mudanças climáticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário